Boletim 133 – Agosto 2008

8 / 2008 at 9:39 pm 2 comments

O TEMA CENTRAL DESTE BOLETIM: A ÁFRICA FALA SOBRE A ÁFRICA

Muitos olhares estão dirigidos hoje para a África, e sob o discurso da ajuda à pobreza escondem-se planos ambiciosos para explorar suas enormes riquezas. Esse território heterogêneo, de quase 800 milhões de habitantes, dividido artificialmente em 53 Estados pelo colonialismo europeu, está agora assediado pelos novos avanços da globalização comercial, e é o cenário de disputas entre os velhos imperialistas- os Estados Unidos, a União Européia e o Japão- e a expansão econômica e política da China e a Índia. O futuro do continente e de seus povos parece estar sendo definido em longínquas capitais onde a riqueza e o poder estão assentados.

Nesse contexto, o WRM também dirige seu olhar para a África, mas não para falar nem opinar sobre ela e sim para escutar o que os próprios africanos têm para dizer. Trata-se disso neste boletim, de abrir um espaço para que seja a África quem fale sobre a África.

Este boletim foi criado como um blog onde você pode fazer comentários sobre todos os artigos. Nós incentivamos e convidamos você para fazê-los.

NOSSA OPINIÃO

A ÁFRICA DESABAFA

INTERESSES CORPORATIVOS vs MEIOS DE VIDA DOS POVOS

Entry filed under: Boletim 133. Tags: .

Boletín 133 – Agosto 2008 Uganda: El precio de vivir cerca del Parque Nacional de Mount Elgon

2 Comments Add your own

  • 1. Gil  |  9 / 2008 at 5:09 pm

    Por favor,
    parem de andar em veículos automotores, não utilizem papeis, nem roupas de tecidos industriais, também não usem o computador, nem luz elétrica, não escovem os dentes, não usem fraldas descartáveis em seus filhos, não usem detergentes, desinfetantes, ceras, etc.
    Vejam que o radicalismo leva ao limite da ignorância. Vocês dependem de tudo isso. Existe uma maneira de co-existirmos. Abraços

    Reply
  • 2. Emmanuel  |  7 / 2010 at 8:40 pm

    Olá, vocês estão de parabéns.
    Bom, sou um jovem cientista social brasileiro, moro am Manaus, Amazonas. Trabalho num projeto de pesquisa chamado Nova Cartografia Social da Amazônia: http://www.novacartografiasocial.com
    Gostaria, se possível, que me mindicassem organizações sociais no Gabão que combatem/lutam contra grandes projetos economicos e de infra-estrutura, pois gostaria de realizar estudos comparativos entre Amazônia e África.
    Abraços
    Emmanuel

    Reply

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Previous | Anteriores


%d bloggers like this: